sábado, 1 de janeiro de 2011

Políticos: Eleis Ção Muito Palhaços!!!

2010, mais um ano eleitoral em nossa vida finalmente chega ao fim! Um ano histórico para a mulher brasileira, algo esperado por todos nós que admiramos esta mulher inteligente, sensível, humilde e que representa com muito orgulho cada mulher brasileira, claro, estou falando do Centenário de Raquel de Queiróz, a primeira mulher a ganhar uma cadeira na academia brasileira de letras.

Raquel de Queiróz foi uma mulher à frente de seu tempo, enquanto Dilma Roussef ganhou a disputa presidencial com “O TREZE”, Raquel de Queiróz, 80 anos antes, ficou mundialmente conhecida com “ O QUINZE”, um número ainda maior.

Aliás, já que estamos falando em eleições 2010, não foi só a escolha de Dilma para presidente (e bota dente nisso), como a mulher mais macho na história da república, que mostrou mudanças no perfil do eleitorado brasileiro. Nas Alterosas tivemos a eleição do mineiro menos macho da história da tradicional família mineira, enfim, um babado! Abafa o caso bofe!

Mas de todos os casos, o que mais chamou a atenção, sem dúvidas foi a eleição do primeiro político realmente palhaço da história da república. Mas a palhaçada foi tão grande que não queriam que ele assumisse, uma vez que o cara é analfabeto, o que fere a lei eleitoral. Mas, gente, se o cara, segundo as denúncias, falsificou documentos que comprovariam seu “alfabetismo”, logo, isto prova que ele já está habilitado a ser um político competente. Um cara que já entra na política sendo acusado de falsidade ideológica já tem “know how” para a vida pública e por isso merece a cadeira do congresso sem nenhuma contestação.

Legal foi ver o presidente Lula, não tão analfabeto como Tiririca defendendo-o. Uma prova de que o corporativismo político já os uniu, ou seria o corporativismo analfabético? Enfim, o importante é que nessa eu estou com Tiririca, afinal, se eu fosse dono de uma barraquinha na feira, jamais daria a Tiririca o direito em administrá-la, mas cá pra nós, ser parlamentar neste país, qualquer analfabeto palhaço é capaz de ser.

Nosso congresso sempre foi comparado a um circo, desde a Idade Jurássica, quando espécies como Sarneyssauros Collossos já devoravam os primeiros Homo Erectus. Tal ocorrência influenciou tanto o habitat no planalto central, que atualmente é difícil encontrar um homem com hábitos eretos nos corredores de Brasília. Mas, o mais gozado é que no circo de Brasília, nós pagamos a entrada e sentamos para assistir um espetáculo cujos palhaços principais somos nós mesmos. Quando a receita federal solta o leão, somos nós que temos que domá-lo. Quando recebemos nossa bolsa família temos que fazer mágica para submergir da linha da pobreza. Quando enfim somos convidados para assistir o espetáculo do crescimento, descobrimos que iremos andar na corda bamba por mais quatro anos. Mas, afinal, se neste circo somos os donos e os artistas, por que será que o dinheiro da bilheteria nunca fica nos nossos bolsos?

Mas, contudo, ainda defendo Tiririca, afinal, só o fato do cara se tornar um político suas faltas com a justiça já se tornam menos graves, o que deve ser bom, eu acho. Político não mente, falta com a verdade. Político não rouba, desvia verbas. Político não pratica falcatruas com nosso dinheiro, faz malversação do dinheiro público. Enfim, não há dúvidas que eles são melhores que nós. Enquanto somos pobres coitados, eles são nobres colegas.

E quanto aos aumentos de salário da classe que mais trabalha pelo país? Enquanto o assalariado teve 5% de aumento, a nova presidenta terá 138%. Isto mostra o quanto nós, do proletariado não valemos nada. Se um deputado fez por merecer um aumento superior a 100% numa inflação próxima de zero, isso mostra como de fato eles são importantes e competentes.

Além de tudo isso, as eleições deste ano foram marcadas por episódios pitorescos, desde candidatos hospitalizados com ataques de bolinhas de papel a candidatas gostosas tentando ganhar pelo tamanho do popozão. Mas parece que o povo preferiu as feias, afinal, se a mulher vai lutar pelo país, melhor que seja um canhão.

Hencéfallo de Váccuo

15 comentários:

  1. MUITO interessante teu blog. A ideia de criar o filósofo, genial.

    ResponderExcluir
  2. Haha...muito bom, concordo com boa parte do que você disse. Entre no meu blog, tem tudo a ver com esse seu post

    www.feriasdopresidente.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Felipe, já estou escrevendo o próximo post...

    este sim terá tudo a ver com seu blog

    ResponderExcluir
  4. Cara, muito bom! Um texto de humor inteligente e ácido como falta à muitos jornais bons por aí! Tô seguindo e recomendando, parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Muito bom! Texto muito bem escrito e de um humor deliciosamente critico. Parabéns!
    seguindo já!

    ResponderExcluir
  6. bem divertido heim xD sucesso garantido

    http://tabernadoviking2.blogspot.com/2011/01/auto-ajuda-5-comeco-de-ano.html

    ResponderExcluir
  7. uau. Se esse é o tom vou ficar um tempopor aqui.
    Afinal rir é a melhor politica;
    abraços

    ResponderExcluir
  8. Texto bastante inteligente e muito bem colocado.
    Pena que as eleições deste ano mostraram que o povo ainda não entendeu a i,portância do voto.

    ResponderExcluir
  9. Espetacular teu texto.. Uma deliciosa mistura de Arnaldo Jabour,com suas crônicas altamente críticas e apimentadas de um certo humor negro, e de Jô Soares, com seu humor inteligentíssimo e ao mesmo tempo misturando situações. Você é sem dúvida alguma um artista das palavras!

    http://inezpsi.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Foi um pouco menos pior que as outras: os incopetentes pelo menos assumiram que são tudo (palhaços, panacas, prostiputas)menos políticos.
    Foi a menos hipócrita e tão bizarra quanto outras, que tinham decoro mas era a mesma groselha.

    abç
    Pobre Esponja

    ResponderExcluir
  11. Competentes não são eles, mas vc ue demontrou compotência em escrever essa excelente crônica.

    ResponderExcluir
  12. Faz um post sobre a Dilma, seria interessante também

    ResponderExcluir
  13. muito bom!

    http://criticaemoff.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Texto legal, bem feito.
    Parabéns!

    ResponderExcluir